Carrinho 0

Musa fugidia

Título: Musa fugidia
Autor: Edson Cruz
Dimensões: 14 x 21 cm
Páginas: 208
Gênero: Poesia
Ano: 2017
ISBN: 978-85-92579-74-6
Edição: 1ª

R$38,00

ID do produto: 2280 REF: ED34. Categoria .

LIVRO DIGITAL

AMAZON
iBOOK
KOBO
CULTURA
GOOGLE
SARAIVA

 

SOBRE O LIVRO

Poesia: modos e formas de um inutensílio

Ainda que todas as artes tenham a sua especificidade e complexidade, os poetas acreditam que a sua seja a mais complexa e inescrutável de todas.

Se você é peitudo o suficiente e formula uma questão simples como esta: “o que é literatura?”, os escritores respondem como fazia Louis Armstrong quando lhe perguntavam o que é jazz: “Se você não sabe o que é jazz, então não vale a pena eu tentar explicar”. E ficamos por isso mesmo.

Pergunte então a um poeta cioso de seu ofício: o que é poesia? Tem que ser corajoso. Sacar rapidamente e desaparecer enquanto ele estiver perplexo e abalado. Antes de ele se recompor do primeiro balaço, volte e dê mais alguns tiros sem misericórdia para garantir o serviço: o que um iniciante no fazer poético deve perseguir e de que maneira?; e, cite-nos três poetas e três textos referenciais para seu trabalho poético.

Foi isso o que fizemos para compor a Musa Fugidia. Alguns poetas silenciaram olimpicamente. Outros consideraram a primeira pergunta quase ofensiva. Mas, para nossa surpresa, os principais poetas de nossa geração responderam com louvor.

A poesia é, no dizer de Ezra Pound, “a mais condensada forma de expressão verbal” e não é de espantar a variedade de percepções, de leituras, de idiossincrasias, de práticas que permeiam a poética contemporânea. Tão diversas como o são os próprios seres e seus interesses.

Esperamos que as reflexões compiladas neste livro reverberem no leitor sensível à criação poética (e no poeta que inicia sua trajetória), mas, principalmente, que os libere para continuar a questionar e a tentar novos caminhos, pois, no âmbito da criação literária não há verdades absolutas.

As musas, fugidias e várias, agradecem.

Edson Cruz

……………………………………………………………………………………………………………………………….

O livro foi prefaciado pelo escritor e professor da USP Antonio Vicente Pietroforte e conta com a participação de 70 poetas:

Ademir Assunção
Adriana Zaparolli
Adriano Espínola
Affonso Romano de Sant’Anna
Alexandre Guarnieri
Alfredo Fressia [Uruguai/Brasil]
Amador Ribeiro Neto
Ana Elisa Ribeiro
André Vallias
Aníbal Beça
Antonio Carlos Secchin
Antonio Cicero
Armando Freitas Filho
Augusto de Campos
Carlito Azevedo
Carlos Felipe Moisés
Claudio Daniel
Claudio Willer
Douglas Diegues
Elisa Andrade Buzzo
Ernesto de Melo e Castro
Eunice Arruda
Felipe Fortuna
Flávia Rocha
Floriano Martins
Frederico Barbosa
Francisco Alvim
Glauco Mattoso
Guilherme Mansur
Horácio Costa
Jairo Pereira
João Rasteiro [Portugal]
Jorge Rivelli [Argentina]
Jorge Tufic
José Kozer [Cuba/EUA]
Lau Siqueira
Linaldo Guedes
Luis Serguilha [Portugal]
Luiz Roberto Guedes
Luis Turiba
Marcelo Ariel
Marcelo Tápia
Marcio-André de Sousa Haz
Marco Aqueiva
Marcos Siscar
Maria Estela Guedes [Portugal]
Micheliny Verunschk
Nicolas Behr
Nicolau Saião [Portugal]
Paulo César de Carvalho
Paulo de Toledo
Paulo Henriques Britto
Reynaldo Bessa
Ricardo Aleixo
Ricardo Corona
Ricardo Silvestrin
Rodrigo Garcia Lopes
Rodrigo Petronio
Ronald Augusto
Rubens Jardim
Ruy Espinheira Filho
Sebastião Nunes
Sérgio Medeiros
Sérgio Vaz
Sylvio Back
Tarso de Melo
Tavinho Paes
Ulisses Tavares
Vicente Franz Cecim
Washington Benavides [Uruguai]

 

SOBRE O ORGANIZADOR

Edson Cruz é escritor e editor do portal MUSA RARA (www.musarara.com.br). Graduado em Letras pela USP, publicou quatro livros de poesia, uma adaptação em prosa do clássico indiano Mahâbhârata e um livro de depoimentos sobre o que seria a Poesia. Seu poemário, Ilhéu (Editora Patuá), foi semifinalista do Prêmio Portugal Telecom 2014. Lançou, em 2016, O canto verde das maritacas (Editora Patuá). E-mail: sonartes@gmail.com

Peso 275 g
Dimensões 14 x 1.1 x 21 cm