Gustavo Castro - Editora Moinhos

Gustavo Castro

Gustavo Castro é poeta. Nasceu em Natal (RN) e vive em Brasília desde 2002. Publicou sua primeira novela “Todo amor que eu possa aguentar”, em 2014, pela Casa das Musas. Esta é sua segunda novela.

  • Os deuses nas coisas

    Os deuses estão em todas as partes. Ora se mostram, ora se escondem. São mais secretos e silenciosos do que excêntricos, explícitos e espetaculosos. São discretos, disfarçam-se, escondem-se e camuflam-se nos objetos, nas coisas, nos espaços e nas pessoas. São andróginos, masculinos e femininos, e o título para esta novela poderia ser também: “As deusas nas coisas”. Isso devido ao fato de que são forças antigas e maternas, quase sempre amigas, companheiras, solidárias, presentes; estão mais próximas de nós do que pensamos. Inspiram, solicitam a atenção, mediante seus desejos, seduções e potências. São muitas vezes amorosas, gentis, leves e pacíficas, mas também, noutras vezes, caóticas, absurdas, complicadas e complexas. Estes pequenos deuses ou deusas podem ser encontradas nos objetos mais inesperados, como um cinzeiro, um manuscrito, ou até nos seres abjetos, como aves de rapina, ratos de esgoto, ladrões de ossos e de livros. O insólito, o inquietante e o inusitado são o cerne desta novela, vivida e escrita em Paris e Roma no primeiro semestre de 2015.

    Adicionar ao carrinho
    os deuses nas coisas